Aurock

Domínio, Aplicação e Infraestrutura

Uma das grandes dúvidas quando programando é onde colocar o que. A separação em camadas é muito comum, onde definimos separações um pouco mais claras de código. As camadas mais conhecidas, provavelmente, são as do MVC (Model, View, Controller), onde separamos o que é nossa regra de negócio (model), a interação com a regra de negócio (controller) e a interface externa (view).

Porém, existe uma distinção de camadas um pouco diferente, discutida no livro DDD de Eric Evans e que é bastante útil na definição dos limites do nosso código: Domínio, aplicação e infraestrutura.

Domínio

Essa camada é o centro do nosso código. Onde implementamos as regras gerais, ou “políticas”, como chamada por Uncle Bob (Robert Martin). Um modo bastante facil de resumir essa camada é: a razão do software existir. O que realmente interessa para o negócio é o que está nessa camada, e sem ela, não precisamos do software. Em uma aplicação bancária, as contas, o relacionamento entre elas, as regras para cada operação, são exemplos de domínio.

Um modo como gosto de definir a camada de domínio é: tudo que existe “fisicamente” ou que é desejado para o futuro próximo. E essa distinção é bastante importante em casos como: quando uma compra é feita no meu e-commerce, envio email para o usuário. A compra faz parte do domínio, é o coração do meu negócio, mas e o email? Ele deve fazer parte do meu domínio? Eu enviaria o email mesmo que minha loja fosse física, e não um e-commerce? Se não, o email não faz parte do domínio. Já no caso contrario, o que faz parte é o conceito, no caso, uma notificação ao comprador, e não necessáriamente um email.

Aplicação

Seguindo o exemplo anterior, a camada de aplicação é tudo o que a sua aplicação faz mas não faz parte do domínio. Se o nosso email anterior não faz parte do domínio, ele faz parte da aplicação. O email não é enviado quando minha loja é somente física, mas é enviado quando temos um software, portanto, faz parte da aplicação.

Essa camada deve ser executada com bastante cuidado. É muito fácil errar e incluir conceitos do domínio na camada de aplicação.

Voltando ao MVC, o V e o C fazem parte da aplicação. Aqui se constroi a interação com o domínio, e daqui que partem as chamadas para o domínio e nunca o contrario. É tambem nessa camada que recebemos os inputs dos usuários.

Infraestrutura

Como o próprio nome já diz, essa é a camada responsável por dar suporte as outras duas camadas. É onde controlamos a interação com o “externo”. Aqui onde enviamos efetivamente os emails, fazemos a conexão com o banco de dados, interagimos com APIs.

Na camada de infraestrutura, podemos exemplificar como o framework de escolha. O framework é quem sabe realmente enviar um email, direcionar uma requisição web para um controller, consumir o cache, etc. As demais camadas só fazem referência a essa.

A comunicação

Tão importante quanto a definição e separação dessas camadas é a integração entre elas. Cada uma delas tem um nivel de abstração diferente. Podemos definir esse nivel, de modo simplista, como a distancia entre o código e a sua execução de fato. A infraestrutura está muito mais próxima da realização das tarefas do que o domínio, que só conhece os elementos que a compõe.

Cada camada, só deve conhecer e interagir, com uma camada de nivel maior de abstração. O domínio tem o maior nivel de abstração, seguidos da Aplicação e por ultimo infraestrutura. Sendo assim, o domínio não conhece nada da aplicação e nem da infraestrutura. Porém, a aplicação e infraestrutura conhecem o domínio. Vale ressaltar que, mesmo que a infraestrutura seja o nivel mais baixo de abstração e aplicação esteja “acima”, a infraestrutura pode sim conhecer diretamente o domínio.

E de que vale o domínio se não conhece nenhuma parte da execução? Aqui utilizamos o conceito chamado de Inversão de dependência. Voltando ao exemplo do email na compra efetuada, o domínio sabe que precisa notificar o comprador, mas não precisa saber como. Utilizamos uma interface para ilustrar o conceito de notificação, sem expor os detalhes de implementação, evitando que uma camada de nível mais alto conheça uma camada de nivel mais baix. Podemos ver no diagrama a diferença entre as abordagens. É importante notar a direção das setas.

email-compra.png

Lembrando que quando falamos em camadas, estamos falando de arquitetura. Arquitetura é algo abstrato e conceitual, e totalmente diferente do que acontece em tempo de execução. Quando o software está rodando, claro que a camada de domínio estára “conversando” com a infraestrutura. E essa é a beleza das separações. Mesmo que na prática utilizamos a infraestrutura através do domínio, a infraestrutura pode mudar de forma totalmente isolada, sem que o domínio seja afetado.

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

OUTROS CASES DE SUCESSO

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.